Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2010

Liberdade de expressão vs liberdade de imprensa

Caros leitores apresento aqui no nosso blog um debate sobre a questão da liberdade de impressa tão defendida pela mídia burguesa. A primeira parte é inciada pela fala de Venício Lima apresentou, na sede do Sindicato dos Engenheiros de São Paulo, seu novo livro, intitulado “Liberdade de Expressão versus Liberdade de Imprensa”. Estavam presentes para debater o tema Paulo Henrique Amorim, Luis Nassif, Fábio Konder Comparato e Mino Carta.

Abaixo você confere a filmagem – feita com celular, então há que ser compreensivo - de pouco mais de 2 horas de debate.

As falas, de aproximadamente 15 minutos cada, seguem a ordem:

Venício
Fábio Konder
Mino Carta
Nassif
Paulo Henrique
Os temas abordados, diversos, vão do conceito de liberdade de expressão e de imprensa, nos pensadores do século XVII, aos assinantes-fantasmas da Folha e da Veja; passando por problemas concretos como a falta de prestação de contas nas concessões públicas de rádio e TV.



Se Discute.com

Fonte: Se Discute.com

José Dirceu não vai "estuprar o PCdoB no Maranhão"

Às vésperas da reunião do Diretório Nacional do PT no último dia 11, circulou em Brasília um comentário atribuido ao ex-ministro petista José Dirceu: "Vamos ter de estuprar o PCdoB no Maranhão". Em sua crueza meio obscena, a frase exprime bem o espírito da intervenção na seção maranhense do PT, para forçar o apoio a Roseana Sarney (PMDB) e não a Flávio Dino (PCdoB) para governador, como o Encontro PT-MA deliberara em abril. Ocorre que nem todas as vítimas se deixam estuprar, ou caluniar, com a pecha mentirosa de 'serrista'.
Por Bernardo Joffily
Charge de Flávio Dino, no traço de Spacca
Nas entrelinhas, o comentário deixa entrever talvez também algum peso na consciência do autor. Ele confessa a natureza do gesto hediondo e inafiançável, não só contra o PCdoB e seu candidato, mas contra a maioria do PT, o PSB, os movimentos sociais, os legítimos anseios mudancistas e modernizadores que ganham força no Maranhão.

Dois a 12 contra Dirceu, em seu próprio blog...

Em público, por…

A luta pelo fim do mandonismo oligárquico sarneísta

A decisão do dia 11 de junho de 2010 em Brasília demonstra um equívoco inaceitável da direção nacional do PT. Ela é um equívoco pragmático ao esforço conjunto das forças de esquerda que apoiam a candidatura Dilma a presidência da república, pois vende o Maranhão, o Estado depauperado pelo desmando da sua elite por séculos, a chantagem podre dos Sarney pela consolidação da aliança pemedebista. Isto é, uma iguaria degustativa aos chacais do atraso do Maranhão.
Talvez a direção nacional do PT e seus espúrios aceclas locais não saibam. O nosso glorioso estado foi, de certa forma, responsável por manter a integridade territorial do país ao aderir república e não conflagrar a Confederação do equador, que dividiria o Brasil em dois . Nossa história é nobre! O Maranhão não dever ser tratado de qualquer jeito ao ser entregue as moscas, aos comedores de carniça do atraso.
A direção nacional do PT, ao intervir na seção local do partido, desrespeita seus militantes e a necessidade histórica do povo…